Aplicação localizada otimiza uso de defensivos

quinta-feira, Junho 4, 2020

Como representam 18,63% dos custos totais de produção da soja no Paraná, qualquer redução neste item impacta fortemente no resultado da lavoura.

A otimização dos insumos é um dos pilares da agricultura de precisão. Especialmente neste momento de incertezas, o forte atrelamento do preço dos insumos ao dólar deixa dúvidas com relação ao comportamento do custo de produção. Por isso, aplicar os defensivos, especialmente herbicidas e inseticidas, onde somente é de fato necessário, é uma solução que começa a ser buscada por muitos produtores rurais, afirma o gerente de Agricultura de Precisão da Cocamar Máquinas, Elizeu Santos.

Segundo dados da Conab, os defensivos são importantes componentes dos custos de produção e representam 18,63% dos custos totais de produção da soja no Paraná, de forma que qualquer redução neste item impacta fortemente no resultado da lavoura, explica Santos.

Custo de Produção

PRECISÃO - A agricultura de precisão se baseia na aplicação de insumos no local certo, na dose certa, no momento certo, e da forma correta, sendo estes fundamentos essenciais para otimizar o resultado de cada hectare da propriedade, explica o gerente de Agricultura de Precisão da Cocamar Máquinas.

“Devido ao aumento da infestação de plantas de difícil controle e dos custos significativamente maiores das moléculas específicas para controles destas ervas problemas, a aplicação localizada de herbicidas é uma vertente que cresceu de forma significativa na última safra e aplicar herbicidas somente onde realmente é necessário, é uma prática relativamente fácil nos dias atuais”, ressalta Santos. Ele diz que a principal demanda é que a propriedade tenha um pulverizador com controle automático de seções e seja guiado por sistema de GPS, algo comum nas propriedades rurais hoje em dia.

MAPEAMENTO - Assim ao detectar talhões com manchas de infestação de plantas daninhas, especialmente as de difícil controle como o capim amargoso, é feito um mapeamento das zonas infestadas e a geração de um mapa de aplicação, conforme fotos 1 e 2, orienta. O mapa de aplicação é então migrado para o monitor do pulverizador, o qual liga e desliga a pulverização automaticamente onde realmente existe presença de plantas daninhas, conforme informado no mapa.

Foto 1Foto 2

ECONOMIA DO SISTEMA - Analisando os resultados do trabalho acima, Santos comenta que é possível ver através do gráfico que: o trabalho em aplicação localizada teve custo 13,99% maior em virtude do trabalho de mapeamento das zonas infestadas e da geração de prescrição localizada; a área efetivamente aplicada foi 20,55 hectares ou 40,79% da área total - redução de aproximadamente 59% na superfície aplicada; os custos totais se igualariam com aplicação em 43,3 hectares ou 86,01% da área; o gasto total com a aplicação foi 57,05% do que seria se a aplicação tivesse sido em área total, proporcionando redução de 42,9%.

Gráfico 1 – Análise financeira da aplicação localizada de herbicidas

Foto 3

CONCLUSÃO - Assim, Santos conclui, através desse trabalho em Cambé, que “a aplicação localizada de herbicidas é uma ferramenta útil para otimizar o uso de insumos na lavoura, podendo ser facilmente adotado no dia a dia da propriedade rural com relativa facilidade”.

A Cocamar  Máquinas está preparada para dar todo suporte aos cooperados interessados em trabalhar com agricultura de precisão.



Share